Caiado quebra tradição de 20 anos e tira Anápolis do comando das Secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Indústria e Comércio

Após uma tradição de 20 anos, o município de Anápolis não indicará mais o titular da área do Governo de Goiás responsável pelas políticas e investimentos de indução do desenvolvimento econômico do Estado. O governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) desmembrou a atual Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SED) em três partes – Desenvolvimento Econômico e Inovação; Indústria e Comércio; e Pecuária e Agricultura – indicou os titulares das duas primeiras e deixou Anápolis de fora da escolha.

Desde 1999, o setor produtivo de Anápolis indica o secretário responsável pelo desenvolvimento econômico. Mesmo o governador Alcides Rodrigues (PP, 2006-2010), que rompeu com o ex-governador Marconi Perillo (PSDB, 1999-2006; 2011-2108), manteve a tradição da precedência da escolha, justamente porque o município anapolino, a Manchester de Goiás, é a economia industrial mais forte do Estado, detentora do segundo PIB municipal, atrás apenas de Goiânia