Com imposição de Gracinha, Caiado fragiliza equipe ao perder experiência de um executivo da comunicação, o ex-diretor de Jornalismo do GJC Luiz Fernando Rocha Lima, o Nando

Considerado um nome da dimensão do cargo, o ex-diretor de Jornalismo do Grupo Jaime Câmara Luiz Fernando Rocha Lima, acabou sendo preterido “na calada da noite” pelo jornalista Vassil Oliveira para a supersecretaria de Comunicação, que vai administrar a bolada das verbas publicitárias, bem como as emissoras oficiais do governo.

Nando, como é conhecido entre os amigos, é considerado um executivo de proa, um dos principais responsáveis por alçar o Grupo Jaime Câmara à condição de império da comunicação regional. O nome acrescentaria (e muito) na equipe caiadista, muito criticada até o momento por privilegiar uma enorme geração estrangeira em detrimento dos talentos goianos.

Na primeira queda-de-braços entre os arquitetos do governo caiadista, quem venceu mesmo foi a futura primeira-dama Gracinha Caiado, já considerada a mulher forte do governo. A imposição de Vassil é avaliada por integrantes da base aliada como um retrocesso, porque não teria as credenciais exigidas para o relevante posto.

“Hoje em dia, imagem é tudo”, afirma um dos capo do entourage caiadista ao avaliar os enormes prejuízos decorrentes de uma escolha equivocada. “Até então, a equipe do governador eleito se firmava pelo viés curricular. Este perfil acaba de ser desfeito com as indicações de Vassil e daquela senhora para a Educação, como é mesmo o nome dela?”, indagou o dirigente.