Promessa promissora de renovação, Andrey conseguiu ser pior que Clécio e Anselmo

Eleito presidente da Câmara de Goiânia para o primeiro biênio da atual legislatura como uma promessa promissora de renovação e gestão inovadora, o vereador Andrey Azeredo (MDB) encerra sua gestão de forma melancólica. Andrey conseguiu a proeza de se tornar um presidente pior que Clécio Alves (MDB) e Anselmo Pereira (PSDB).

O último ato de Andrey na presidência foi presentear o prefeito Iris Rezende (MDB) com R$ 13 milhões em recursos do duodécimo da Câmara de Goiânia. Resultado da incompetência de quem não conseguiu sequer aplicar o orçamento da Casa na melhoria dos trabalhos legislativos.