Derrota de Caiado: associações de servidores rejeitam proposta de parcelamento do salário de dezembro

As entidades que compõem o Fórum em Defesa dos Servidores Públicos de Goiás rejeitaram nesta tarde a proposta de parcelamento dos salários de dezembro apresentada pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) durante reunião o Palácio Pedro Ludovico Teixeira.

Os sindicatos reafirmaram a disposição de adotar as medidas judiciais para garantir um depósito único, com as correções por dias de atraso. Presente à reunião, a secretária de Economia, Cristiane Schimdt, afirmou que, sem a ajuda do governo federal Caiado não terá como pagar a folha em uma única vez.

Segundo a Constituição Estadual, o Governo de Goiás tem até dia 10 de janeiro, próxima quinta-feira, para quitar em dia os salários dos servidores. Uma nova reunião foi marcada para o dia 17, sete dias depois após o prazo legal. A secretária disse que, no dia 10, só serão pagos os salários do Legislativo, do Judiciário e do Ministério Público que, juntos, têm uma folha de R$ 200 milhões.