O Popular: lua de mel de Caiado com servidor foi curta e já acabou

Em reportagem de duas páginas dedicada à análise das despesas do governo do Estado com o funcionalismo, o jornal O Popular deste domingo afirma, categoricamente, que a lua de mel do governador Ronaldo Caiado (DEM) com o servidor foi curta e acabou antes dos primeiros 15 dias de mandato, que se completam nesta terça-feira.

O ponto de partida para a constatação é o calote na folha de dezembro e a onda de protestos, mobilizações e mandados de segurança impetrados na Justiça promovida pelas diferentes categorias de servidores na tentativa de fazer Caiado recuar e pagar os salários atrasados.

“A partir da posse do novo governo e do anúncio, pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) de que faria o pagamento do mês de janeiro em dia, mas não havia previsão para liberar a parte restante da folha de dezembro, os líderes sindicais procuraram o governo em diversas ocasiões para tentar negociar. Receberam e recusaram a proposta de parcelamento dos salários de dezembro em oito vezes”, relata a reportagem.

O Popular relata as informações apresentadas pelos diferentes sindicatos, entre eles o do Fisco, área responsável pela arrecadação de que há recursos suficientes em caixa para concluir o pagamento da folha de dezembro, iniciado por antecessor José Eliton (PSDB). O jornal prevê uma semana conturbada para Caiado diante da ausência de um posicionamento do governo sobre quando e como quitará os salários.

Compartilhe