AD

Exclusivo: diante da negativa da STN e sem outros planos para superar a crise fiscal, supersecretária admite deixar governo Caiado e voltar para o Rio

Baixou a maior depressão na supersecretária da Economia, Cristiane Schmidt, depois da divulgação pelo O Popular do relatório apontando que Goiás não se enquadra no Regime de Recuperação Fiscal. A moça está com os nervos à flor da pele, tem sido ríspida com interlocutores e já admite a possibilidade de deixar o governo Caiado e voltar ao Rio de Janeiro.

Ela reclama que não há um plano B para a Sefaz administrar o caixa do Estado. Inexperiente, diz que entrou numa fria e não quer comprometer o nome e a carreira numa aventura que tem tudo para ser mal-sucedida. O desabafo da supersecretária já chegou aos ouvidos de Caiado, que não gostou nadinha.