Caiado quer calamidade, mas quem está em calamidade financeira é o servidor que não recebeu dezembro

O governador Ronaldo Caiado vem fazendo de tudo para decretar “estado de calamidade financeira”, um artifício que nem tem amparo jurídico. A verdade é que quem está em calamidade financeira é o servidor estadual, que não recebeu ainda o salário de dezembro. Para esticar a corda da guerra política, Caiado insiste em não pagar dezembro logo, aumentando a agonia dos trabalhadores.