Calote de dezembro: (Exclusivo) Governo Caiado vai manter proposta de pagamento escalonado

Exclusivo: A poucas horas da assembleia geral das entidades de servidores em que será apreciado o indicativo de greve contra o calote de dezembro, o governo Ronaldo Caiado (DEM) informou aos auxiliares que fazem a interlocução com associações e sindicatos que não recuará da proposta de pagamento dos salários atrasados em cinco etapas, de março a julho.

A proposta foi apresentada na última reunião entre representantes do governo e das entidades, na quinta-feira (24), e imediatamente rejeitada por todas as categorias. Ela prevê que a quitação de dezembro seja feita por faixas salariais, das menores para as maiores remunerações. A insistência da gestão Caiado empurra os servidores para a greve geral.

A folha de dezembro completa hoje 18 dias de atrasado. Os salários de janeiro começaram a ser pagos na semana passada, mas a maior parte da folha só será quitada na quarta e quinta-feiras. Assim, a maioria dos funcionários públicos completarão dois meses sem vencimentos.