Que mágica é essa: Caiado insiste que não tem como pagar dezembro, mas anuncia vale-alimentação, convocação de concursados e aumento para PMs

O governador Ronaldo Caiado (DEM) manteve nesta segunda-feira (28) a postura de intransigência quanto ao pagamento imediato e integral da folha de dezembro alegando falta de recursos, mas entrou em contradição ao anunciar o retorno do vale-alimentação criado pelo ex-governador Marconi Perillo (PSDB), aumento para os praças da Polícia Militar e a convocação de aprovados em concurso público da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce).

Conforme apurou o G24Horas, as arrecadações de dezembro e janeiro, incluídos os repasses federais, alcançou até esta segunda-feira (28) quase R$ 4,8 bilhões e a expectativa é de que as receitas superem os R$ 5 bilhões até o dia 31. Portanto, conforme afirmam as entidades de servidores, há recursos em caixa para pagar pagar a folha atrasada e programar fevereiro. O atraso da última folha de 2018 completa 18 dias hoje.