Professores se sentem enganados por Bia de Lima, que chegou a garantir pagamento imediato a todos da categoria

Professores e servidores da Educação estadual estão super revoltados com a presidente do Sintego, Bia de Lima. A sindicalista andou conversando demais e chegou a garantir que todos os pagamentos da categoria seria realizados imediatamente. Porém, o governo Caiado pagou apenas parte dos servidores, aqueles que ganharam até R$ 2,7 mil em dezembro.

Para o restante dos trabalhadores não há previsão e o pagamento ainda será parcelado.