30 dias de oposição (1): “PSDB soube atuar sobre os erros do governo Caiado e volta à cena política bem antes do previsto”, diz Cileide Alves

Na análise da cena política semanal feita nesta sexta-feira (9/2) na rádio Sagres 730, a jornalista Cileide Alves disse que a oposição em Goiás, liderada pelo PSDB e pelo ex-governador tucano Marconi Perillo, marcou pontos nas articulações para voltar bem à cena partidária do Estado em meio às graves dificuldades enfrentadas pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) em seus primeiros dias de mandato.

Segundo Cileide, dois fatores centrais contribuíram para o retorno antecipado do PSDB e de Marconi à cena política: a vitória do deputado estadual Lissauer Vieira (PSB) na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa, impondo a derrota a Caiado, e o desastroso anúncio do secretário de Governo de Governo caiadista Ernesto Roller (MDB) de encerramento do programa Goiás na Frente.

“Marconi e o também ex-governador José Eliton participaram ativamente das articulações pela eleição de Lissauer. A vitória dele para a mesa diretora da Assembléia não foi um azar de Caiado, foi uma derrota real do governador. E o PSDB volta seis meses antes à cena política como resultado da vitória de Lissauer na Assembleia”, afirma Cileide no podcast PodFalar29.

O anúncio de encerramento do Goiás na Frente foi outra porta aberta encontrada pelo PSDB e por Marconi para voltar ao protagonismo político, dessa vez na oposição, disse Cileide. “Quando souberam que o governo iria acabar com o Goiás na Frente, os prefeitos foram atrás de Marconi. Ele e José Eliton acertaram ao fazer a nota conjunta defendendo o programa, deixaram o governo sem resposta e Caiado foi obrigado a chamar os prefeitos para conversar”, afirmou a jornalista.

“O PSDB está eufórico e serelepe com os primeiros dias na oposição. O partido, Marconi e José Eliton, que tinham decidido ficar seis meses submersos, já voltaram à cena política”, afirmou.