Mundo às avessas: discurso do Sintego sobre calote de dezembro é o mesmo do governo

O verso da música de Cássia Eller que diz que “o mundo está ao contrário e ninguém reparou” vale para o momento em que se encontram os servidores públicos de Goiás. Em especial os professores. Eles não sabem mais a quem recorrer para receber o salário de dezembro e o sindicato da categoria (Sintego), que deveria defendê-los, adotou o mesmo discurso do governo Caiado, ou seja: o de que fazer greve não adianta.

Veja o vídeo em que a presidente do Sintego, Bia de Lima, afirma que “fazer greve não resolve”:

Compartilhe