Supersalário de Cristiane é legal, mas é imoral e um tapa na cara do servidor que está passando fome

Numa nota toda técnica, a supersecretária Cristiane Schmidt afirmou que o seu salário, que em janeiro bateu em R$ 42 mil, é totalmente legal. Porém, o trata-se de uma imoralidade. Enquanto Cristiane ganhou um salário digno de jogador de futebol top, tem professor e aposentados da Educação passando fome.

Ontem, o blog mostrou que um professor está limpando lotes para conseguir pagas contas.

Isso não é legal, Cris!

Compartilhe