“Não sou puta”: servidoras organizam ato contra deputado que disse que Assembleia está cheia de garotas de programa

Servidoras da Assembleia Legislativa realizam ato na próxima sexta-feira contra o deputado estadual Amauri Ribeiro (PRP), que antes da posse afirmou que “a Assembleia tem prostitutas em cargos comissionados para prestar serviços aos deputados”. O protesto receberá o nome de “não sou puta” e acontece a partir das 9 horas, no saguão da Casa.