(Vídeo) Deputado do chapéu responde servidoras ofendidas: “se a carapuça serviu…”

O deputado estadual Amauri Ribeiro (PRP) jogou gasolina na labareda que ele próprio acendeu quando disse ao jornal O Popular que a maioria das mulheres empregadas em cargos comissionados estão lá por critérios de beleza e para “prestar serviço” aos deputados. Ele disse que a “carapuça serviu” às ofendidas.

“Não tenho nada a me retratar. Nada. Todas as pessoas que assistiram ao vídeo não se sentiram ofendidas. As pessoas estão indo por mimimi de corredor”. A jornalista perguntou o que ele tinha a dizer às que se sentiram ofendidas. Amauri respondeu: “me desculpem, mas se a carapuça serviu…”

Clique aqui para assistir ao vídeo.