Deu no G1: moradores de várias cidades revoltados com serviços prestados pela Enel

Moradores de várias cidades de Goiás estão revoltados com os serviços prestados pela Enel. Em alguns locais, principalmente na zona rural, eles relatam quedas constantes no fornecimento de energia e períodos de até 15h sem luz. A empresa disse que trabalha para resolver os problemas.

Somente em 2018, a Enel recebeu mais de 8,5 mil reclamações. Por causa da situação, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) solicitou que fosse elaborado um plano de emergência, que segundo a Enel, foi entregue na tarde de segunda-feira (25), prazo estipulado pelo órgão regulador.

Nazareth Gouveia é uma das pessoas que estão insatisfeitas. Ela vive em Gameleira, distrito de Cezarina, região sul de Goiás, e sofre com a inconstância no serviço prestado.

A mulher afirma que há cerca de uma semana a energia acaba e depois volta em meia fase, o que não permite o uso integral de todos os eletrodomésticos.

“Estamos ficando aqui entre 10h e 15h ou mais sem energia elétrica. Situação está bem complicada”, reclama.

Em Aragoiânia, Região Metropolitana de Goiânia, a situação é parecida. A moradora Lilian Moreira disse que desde a última sexta-feira (22) está sem energia após uma forte chuva. Ela também reclama do atendimento prestado pela empresa.

(Texto G1)