(Exclusivo) Lobby: diretor nomeado por Caiado quer entregar o Detran de mãos beijadas ao Sindicato dos Despachantes

O Goiás 24Horas teve acesso ao conteúdo do ofício encaminhado ao presidente do Detran-GO, Marcos Roberto Silva, que facilitaria a falsificação de documentos. O Sindicato dos Despachantes do Estado de Goiás quer usar a senha de acesso ao sistema de  serviços que são de atuação exclusiva do Detran e não há previsão legal de tal autorização. O Sindego justifica que alguns estados da federação “já” adotaram tais medidas”. Na realidade,  o cenário é outro, eles “ainda” não retomaram os serviços.

Assim os despachantes passariam a emitir os documentos CRV/CRLV (certificado de Registro de Veículos e Certificado de Licenciamento do Veículo) sob a alegação de maior agilidade, esquecendo-se do elemento segurança. Basta uma rápida pesquisa na internet para identificarmos uma quantidade absurda de ocorrências documentos falsos, o que não ocorre em Goiás, depois que foi adotada a atual forma de impressão e envio de documentos.
A proposta contém ainda a estranha solicitação do sindicato de participar  nas elaborações de  portarias antes da publicação, ou seja, querem tomar conhecimento das ações do Detran-GO e até elaborar as mesmas, em um evidente sinal de interferência e de informações privilegiadas.

Tráfego de Influência

O governador Ronaldo Caiado nomeou Carlos Roberto Vital como diretor de Atendimento Institucional. Durante anos Carlos Roberto trabalhou diretamente  com os despachantes, com estreita relação com o Sindego. Segundo uma informação que recebemos, ele estaria  atuando como interlocutor dos despachantes junto ao órgão, em um evidente lobby dos despachantes dentro do Detran- Go.

Veja o ofício