(TEMPO REAL) Deprimida com mais de 3 meses de atraso do salário, enfermeira da UPA de Rio Verde comete suicídio

A enfermeira Fernanda Cabral, enfermeira da UPA de Rio Verde, cometeu suicídio depois de entrar em depressão devido ao atraso de mais de três meses de salário.

 

Colegas de Fernanda Cabral fazem neste momento uma emocionante manifestação na porta da UPA José Póvoa Mendes, em Rio Verde. De mão dadas, ele se ajoelharam e fizeram orações. O diretor da UPA participa da manifestação.

 

É grande revolta dos servidores da Saúde com o prefeito Paulo do Vale. Faixas e cartazes foram foram levantados pelos servidores da UPA com frases de protesto contra o gestor municipal.

A Prefeitura de Rio Verde não se manifestou sobre o protesto nem acerca do pagamento dos salários atrasados.