Exclusivo: político de Itumbiara enfrenta Caiado e impõe cancelamento de assembleia da Codego

Impedido de assumir a presidência da companhia por não ter diploma de curso superior, Dione Araújo fez Caiado se render e cancelar assembleia da Codego, inicialmente marcada para a manhã desta terça-feira.  Dione disse em reunião na empresa que se a Procuradoria-Geral do Estado emitir parecer contrário à posse dele, indicará uma pessoa pra assumir a presidência  e irá ficar como chefe de gabinete, comandando a empresa da antesala do presidente.
Dione  está há 30 dias exatos fazendo a transição de dentro da Codego, fechando acordos como, por exemplo, com o famoso Chico Bala, entregando toda parte jurídica e financeira para ele nomear sua base de Itumbiara. Vai manter a o diretor-financeiro Raul no cargo em troca de apoio para 2020.
Dione foi o único até hoje que  encarou o governador e foi respeitado. Outros políticos que se curvaram aos gritos de Caiado estão largados pelos corredores do palácio. Vários coordenadores de campanha e pessoas importantes durante a campanha agora são descartados por Caiado e não conseguem sequer chegar ao 10o andar para serem atendidos.  Em meio à crise,  Dione ganha fama nos corredores do palácio e inicia uma revolução.

Pode rolar as hastags #enfrentaquedácerto #caiadoaaquinão.