Talles mostra ato falho de secretária que prova que Goiás melhorou com Marconi

Na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Talles Barreto (PSDB) mostrou o ato falho da supersecretária da Economia, Cristiane Schmidt, em sessão da comissão de Finanças da Casa nesta quarta-feira, que prova que as contas de Goiás melhoraram nos governos Marconi (que ela e Caiado atacam): “As planilhas da própria secretária mostram que a dívida corrente líquida correspondia a 3,6 anos de arrecadação em 1998 e agora corresponde a 0,92 ano. Sem querer, ela confirmou tudo aquilo que tenho dito”, disse.