Policarpo: “Adiamento da reunião da CDTC é vitória da população de Goiânia”

O presidente da Câmara de Goiânia, vereador Romário Policarpo, afirmou nesta quinta-feira (21) que o adiamento da reunião da Câmara Deliberativa de Transportes Coletivos (CDTC) em que seria aprovado o aumento da passagem de ônibus foi uma vitória maiúscula da população da capital e da região metropolitana. Policarpo disse que a mesa diretora do Poder Legislativo da capital vai atuar para garantir que só haja aumento mediante investimentos na melhoria do sistema.

“Há anos, os cidadãos da Grande Goiânia vêm reclamando do descaso das empresas e do poder público para com as exigências de melhorias urgentes no sistema de transporte coletivo. A Câmara de Goiânia vocalizou esse sentimento nos últimos dias, ante a perspectiva de mais um aumento abusivo da tarifa, e conseguiu adiar a reunião em que seria definido o reajuste”, disse Policarpo, em nota (leia abaixo).

“A população de Goiânia e da região metropolitana obteve uma vitória maiúscula nessa quinta-feira (21) com a decisão da Câmara Deliberativa de Transportes Coletivos (CDTC) de adiar a reunião em que seria discutido e aprovado o aumento da passagem de ônibus de R$ 4,00 para R$ 4,30”, afirmou ele. “Defendemos que os aumentos sejam aprovados mediante a comprovação das melhorias, apresentadas pelas empresas, aferidas pelo poder público e a aprovadas pela população”, afirmou.

Na quarta-feira (20), Policarpo presidiu reunião da Câmara de Goiânia com o presidente da CDTC, o prefeito de Trindade Jânio Darrot. No encontro, o vereador apresentou a proposta do Legislativo para que não haja aumento de passagem até que fiquem definitivamente estabelecidos os cronogramas e os efetivos investimentos do poder público e das empresas concessionárias nas linhas.

“Com o adiamento da reunião da CDTC, poder público, concessionárias, especialistas e os passageiros temos a oportunidade de promover um amplo debate sobre o transporte público que de fato a Grande Goiânia deseja e realmente precisa”, disse Policarpo hoje. “A Câmara de Goiânia será a porta-voz desse debate e, como dito anteriormente, adotará todas as medidas necessárias para garantir a efetiva qualidade do sistema”, afirmou.