Declarações de Gavioli repercutem mal na comunidade escolar. Secretária tratou estudantes e professores com desprezo

Conversando com professores, servidores e estudantes ao longo desta tarde de terça-feira, o 24Horas apurou que o descontentamento da comunidade escolar com a secretária estadual de Educação, Fátima Gavioli, aumentou em grandes proporções. Hoje, na TV Anhanguera, para justificar o fechamento de escolas, Gavioli disse literalmente que “escolas com menos de 400 alunos operam no vermelho”, ou seja, dão prejuízo.

Ficou claro neste posicionamento que a forasteira Gavioli e o governador Caiado estão tratando a educação como uma operação matemática simples: corta para economizar e pronto! No entanto, educação é investimento social. “Tem gente que agora tem que andar quilômetros para conseguir estudar, porque a escola próxima desse aluno foi fechada”, disse a deputada estadual Lêda Borges.