Em vez de agradecer Daniel Vilela pela emenda que garantiu única obra importante de sua gestão, Adib retribuiu com traição

O prefeito de Catalão, Adib Elias, deveria colocar uma estátua do ex-deputado federal Daniel Vilela na Avenida Raulina Paschoal, a principal da cidade.

Seria o mínimo que Adib deveria fazer para agradecer ao ex-deputado pela verba de R$ 20 milhões, decorrente de emenda parlamentar apresentada por Daniel, que garantiu a única obra importante da gestão do atual prefeito catalano: a canalização do Ribeirão Pirapitinga.

Mas o monumento que Adib ergueu em Catalão a Daniel não foi o de gratidão, mas da traição.

Adib traiu Daniel ao comandar dissidência no MDB para apoiar a campanha de Ronaldo Caiado a governador, em detrimento da postulação do ex-deputado.

A política gosta de traição, mas detesta traidores.

Por isso, o castigo veio a cavalo: Adib foi desprezado por Caiado, que o ignorou solenemente na composição da equipe de governo,  e o MDB o colocou porta afora do partido, como um Silvério dos Reis com a cara do trapalhão Zacarias.

A obra histórica de canalização do Pirapitinga jamais será do traidor Adib.

Ela é de Daniel e somente dele, mesmo que Adib negue-lhe a estátua ou até mesmo uma simples menção na placa da inauguração.

Veja as fotos do canteiro de obras da Canalização do Pirapitinga, que Daniel garantiu para Catalão: