Agenor, vice-prefeito de Goiânia, perde tempo com perseguição à Saneago, mas não olha o transporte coletivo

A crítica partiu de integrantes do próprio PMDB, como Kid Neto e Enio Salviano.

O vice-prefeito de Goiânia, Agenor Mariano, gasta o seu precioso tempo presidindo uma comissão com interesses eleitoreiros para avaliar o contrato da Saneago com a Prefeitura da cidade, mas não dá a mínima para a crise gerada pelo aumento da tarifa do transporte coletivo da Capital.

Omissão total.