Vaidoso, Caiado abandona gestão estadual para tentar atuar como conselheiro de Bolsonaro

Com o Estado afundado em crises, como as estradas esburacadas, professores em greve, crianças morrendo nos hospitais públicos e servidores sem receber dezembro, Caiado dá vazão à vaidade exacerbada e abandona gestão estadual para tentar atuar como conselheiro de Bolsonaro.

É mais uma ação desastrosa do governador já que tanto o Estado como o país não andam nada bem.