Incentivos fiscais seguem na mira de Caiado; vêm aí mais cortes no Produzir

O governador Ronaldo Caiado (DEM) vai usar o tal Plano de Equilíbrio Fiscal (PEF) proposto pelo governo Jair Bolsonaro (PSL) para fazer uma nova investida sobre o programa de incentivos fiscais do Estado.

A equipe econômica caiadista prepara, debaixo de um quieto, mais cortes na legislação do Produzir-Fomentar com o objetivo de aumentar a arrecadação de ICMS e forrar o Tesouro Estadual.

O curioso é que, até agora, ninguém vê o resultado de quase 100 dias de arrocho sobre os empresários e os trabalhadores. Nenhuma obra foi entregue, nenhum novo programa foi apresentado e as rodovias estaduais estão em frangalhos.