Schmidt, em entrevista à CBN: “Se o Brasil não cresce, Goiás não cresce”. Oi?!

A supersecretária e primeira-ministra forasteira da Economia, Cristiane Schmidt, prossegue revelando que não entende bulhufas de economia.

Em mais uma entrevista sem nenhuma novidade – muito menos boas notícias – à rádio CBN Goiânia, Schmidt produziu a seguinte pérola:

“Goiás está dentro do Brasil, portanto se o Brasil não crescer, Goiás também não cresce”.

Qualquer criança da quarta série sabe que essa afirmação é um absurdo sem tamanho. O Produto Interno Bruto (PIB) nacional nada mais é que uma média da produção de riquezas.

Diferentes unidades da federação registram diferentes PIBs. Parte pode ter geração positiva de riquezas, parte negativa. O PIB do Brasil pode, sim, ficar negativo e o de Goiás registrar alta.

Aliás, a série histórica mostra que, ao menos até o governo de Ronaldo Caiado, com esta secretaria da Economia, por diversas vezes Goiás cresceu acima da média nacional.

Essa foi para acabar com os pequis de Goiás.