Cais de Campinas agora: dos 4 médicos, 1 apareceu para trabalhar e foi embora às 13h

A situação no Cais de Campinas, que concentra todo o atendimento pediátrico de baixa complexidade de Goiânia, vive neste momento uma situação dramática: dos quatro pediatras, três não foram trabalhar – dois apresentaram atestado médico e um sequer deu justificativa. O único que apareceu disse que só vai ficar no local até 13 horas porque alega estar adoentado.

A secretária de Saúde da gestão Iris, Fátima Mrué, não quis comentar a situação.