AD

Formosa: Justiça já bloqueou quase 6 milhões nas contas de acusados de desvios na Prefeitura

O juiz Lucas Siqueira, da Vara de Fazendas Públicas de Formosa, decretou na data de hoje (12 de abril) o bloqueio de R$3.074.109,88 (três milhões, setenta e quatro mil, cento e nove reais e oitenta e oito centavos) das contas dos empresários André Luiz Gontijo de Souza e Vanessa Maris Araújo Fernandes, proprietários da construtora MULT X, assim como do ex-secretário de obras do município Jorge Saad.
A decisão atendeu a pedido do Ministério Público de Goiás na segunda ação civil de improbidade administrativa proposta pelo MP na qual ficou demonstrado, desta vez, que a empresa fraudou processo licitatório para a realização de operação tapa buraco em ruas do município também no ano de 2017, desta vez a fraude praticada na concorrência pública 04/2017.
A descoberta da fraude foi possível graças ao trabalho integrado entre o MP estadual e o Ministério Público de Contas com atuação junto ao TCM-GO.
Na ação de improbidade anterior o juízo havia bloqueado o valor de R$2.745.108,94 (dois milhões, setecentos e quarenta e cinco mil, cento e oito reais e noventa e quatro centavos)
Com isto, a justiça cível de Formosa já bloqueou bens dos réus no valor total de mais de R$5.800.000,00(cinco milhões e oitocentos mil reais).