Racha na base caiadista: com o governo patinando e já não acreditando na reeleição de Caiado, Adib se lança candidato a governador em 2022

A base que elegeu Ronaldo Caiado (DEM) ao governo de Goiás começou a ruir.

A primeira baixa é o prefeito de Catalão, Adib Elias, expulso recentemente do MDB justamente por liderar a dissidência de prefeitos caiadistas na campanha de 2018.

Em entrevista publicada nesta segunda-feira (15) no Diário da Manhã, Adib afirma que será candidato a governador em 2022.

As entrelinhas da declaração de Adib sugerem que, com menos de quatro meses da gestão Caiado, ele já não acredita no sucesso do governo e, em consequência, descarta um eventual projeto de reeleição do atual governador.

Depois de coordenar a campanha de Caiado, Adib se distanciou dele na formação da equipe de governo, quando o prefeito de Catalão se sentiu desprestigiado ao  ser alijado das articulações e não conseguir emplacar indicação sequer para o terceiro escalão.

Desde então, um decepcionado Adib se isolou em Catalão, onde faz uma gestão sofrível com baixa aprovação da população local.