Servidor público vai ter de de acostumar: os próximos quatro anos serão sob o chicote caiadista

Prestes a completar 120 dias de gestão, o governo atual não esconde mais que não quer conversa com o servidor público estadual. A julgar pelo aperitivo desse curto mas sofrido período, a categoria já pode ir se acostumando ao chicote caiadista, que vai estalar doído nos próximos quatro anos nas costas do funcionalismo.