Governo Caiado caminha para o 4º mês sem empolgar e com problemas graves para resolver

Daqui uma semana, o governador Caiado vai completar quatro meses no cargo. São 120 dias sem empolgar os goianos, com uma agenda de lamentação excessiva e que não aponta resoluções para os problemas pequenos e maiores. O trabalho de Caiado segue calcado em abrir uma linha de crédito em Brasília, com o presidente Bolsonaro. Toda semana, Caiado está lá, mendigando dinheiro à equipe econômica de Bolsonaro.

O dinheiro não vai sair tão cedo. Enquanto isso, Goiás vai ficando refém de demandas graves, como por exemplo a situação ruim das estradas, o atraso na folha de pagamento, a discussão dos incentivos fiscais. O governo caiadista também tomou decisões polêmicas. Basta lembra o fechamento de 18 escolas estaduais e o encerramento de turnos.

Nesse curto período também já houve greve de professores e manifestação de militares da reserva. Caiado parece encarar tudo com uma preocupante tranquilidade. Na semana passada, durante sua estadia na Cidade de Goiás, esbanjou sorrisos, fez trilha na mata, tomou banho de cachoeira e postou tudo nas redes sociais.