Trevas na Assembleia: 12 deputados reaças rejeitam nome de Bia do Sintego para Conselho Estadual de Educação

Trevas e obscurantismo na Assembleia: 12 deputados reacionários rejeitaram meu nome de Bia de Lima, presidente do Sintegi, para compor o Conselho Estadual de Educação.
Impediram o Fórum Estadual de Educação de ter sua indicação respeitada.
A presidente da entidade representativa dos professores é impedida de ser conselheira por uma suposta defesa de “ideologia de gênero.
Cerceamento, ditadura, desrespeito à Constituição federal.
É o atraso bolso-caiadista no Estado.