Mais detalhes da apreensão do menor que matou professor a tiros dentro de colégio estadual, em Valparaíso

A Polícia Civil apreendeu o menor (17 anos) que matou ontem o professor Júlio César Barroso Sousa.

O crime foi cometido no Colégio Estadual Céu Azul, em Valparaíso  Após discussão, o menor retornou ao colégio e assassinou o mestre.

Júlio César, coordenador do colégio, foi morto a tiros pelo fato de ter dito ao menor que iria transferi-lo da unidade escolar (por desvio de comportamento).

No início da manhã o menor discutiu com uma professora e, após a intervenção de Júlio, ele se revoltou com o coordenador.

A Polícia Civil e outras forças de segurança passaram a fazer inúmeras diligências na região do entorno.

Como o menor não foi localizado, o delegado Rafael Abrão, titular do GIH/Valparaíso, passou a realizar negociações com a família do foragido.

Após as conversas, bem como mediante outras diligências,a Polícia Civil conseguiu localizar o infrator hoje, por volta das 12h, numa residência localizada no Pedregal, em Novo Gama.

O menor estava escondido em cima de uma árvore, nos fundos da residência, local frequentado por familiares dele.