Exclusivo: em assembleia, trabalhadores da Metrobus aprovam greve. Paralisação vai ocorrer no dia 13

Em assembleia realizada na manhã deste domingo, trabalhadores da Metros aprovaram indicativa de greve para o dia 13, segunda-feira. O maior protesto é pela perda de direitos adquiridos. O governador Caiado cortou R$ 300,00 do vale-alimentação dos funcionários. Além disso, os trabalhadores pedem correção no salário, obedecendo a inflação.

Ver mais

Turma do Jovem Aprendiz trata Caiado com frieza e indiferença. Governador quis acabar com o programa

Na manhã desta sexta-feira, o governador Caiado teve contato com dezenas de adolescentes do programa Jovem Aprendiz, durante entrevista para a rádio Sagres 730. A foto postada pelo próprio Caiado mostra a indiferença e a frieza da turma de jovens diante da “palestra” do governador. A maioria está de cara fechada, alguns de braços cruzados e outros mexendo no celular. A irritação se justifica. No começo do governo, Caiado quis acabar com o programa, ameaçando demitir mais de 5 mil jovens. Diante da repercussão negativa, ele então mudou de ideia.

Ver mais

Talles na convenção do PSDB: “Vamos corrigir nossos erros. Temos muito a contribuir com Goiás”

O deputado estadual Talles Barreto fez um discurso racional na convenção do PSDB, nesta manhã, que consagrou p prefeito Jânio Darrot como novo presidente estadual do partido. Principal figura da oposição hoje em Goiás, Talles disse que o PSDB está pronto para fazer uma nova história. “O PSDB ainda tem muito a contribuir com o Estado de Goiás. Vamos corrigir nossos erros e ajudar Goiás”.

Ver mais

Racha na família Caiado: Anna Vitória não aparece nas festas de Gracinha

A primeira-dama Gracinha Caiado fez aniversário na terça-feira e comemorou muito. Festa no Palácio das Esmeraldas, almoço com familiares, recepção na casa de Sandro Mabel e etc. Em nenhum dos eventos apareceu a advogada Anna Vitória Caiado, filha do governador no primeiro casamento. Gracinha entupiu suas redes sociais de postagens do aniversário e Anna Vitória não aparece em nada.

Ver mais

Almoço chique de aniversário de Gracinha contrasta com metade dos professores sem salário de dezembro

Além de uma festa palaciana em seu aniversário, a primeira-dama Gracinha Caiado teve um almoço luxuoso com parentes a amigas. Essa ostentação toda da primeira-dama de Goiás, que nasceu na Bahia, contratas com a situação de penúria de muitos servidores. Os professores e aposentados da Educação, por exemplo, continuam esperando salário de dezembro. Metade ainda não recebeu.

Ver mais

Gracinha ignora servidor sem salário e Materno interditado e faz festa de aniversário no Palácio. Veja fotos

Bom senso passou longe dos atuais inquilinos do Palácio das Esmeraldas. Nesta terça-feira, a primeira-dama Gracinha Caiado liderou uma grande festa para comemorar seu aniversário. O atual momento de Goiás foi totalmente ignorado por ela. Servidores com salário atrasado, Materno Infantil interditado. Nada disso comoveu Gracinha, que comemorou seu aniversário com um banquete dos deuses. 

Ver mais

Caiado proíbe feiras de gastronomia, moda e design na Vila Cultura Cora Coralina

O governo estadual vetou as feiras de expositores locais na Vila Cultural Cora Coralina, no Centro de Goiânia. O espaço, que tem acesso pelas escadarias do Teatro Goiânia, na Avenida Tocantins, foi palco de eventos e comércio de moda, design e gastronomia por mais de três anos. Segundo a Secretaria de Cultura (Secult), as feiras não são consideradas atividades artísticas e culturais.

Ver mais

Zacharias Calil, que trabalhou anos no Materno, poderia ter alertado Caiado da situação ruim no hospital

O médico e agora deputado federal Zacharias Calil trabalhou quase que a vida toda no Materno Infantil. Ele bem que poderia ter alertado o governador Caiado sobre a situação caótica da infraestrutura da unidade. A Superintendência do Trabalho interditou o hospital e agora o governo tem dez dias para apresentar um plano de desocupação.

Ver mais

Interdição do Materno: Caiado diz ter visitado o hospital mais de 10 vezes. Será que não viu o caos?

Auditores Fiscais do Trabalho da Superintendência Regional do Trabalho em Goiás (SRT/GO) determinaram a interdição do Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia, hospital público de responsabilidade do Governo do Estado de Goiás e administrado pelo Instituto de Gestão e Humanização (IGH). Coordenações técnicas da unidade e a Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO) deverão apresentar no prazo de dez dias, a partir desta terça-feira (30/4), um cronograma de desocupação do prédio.

Ver mais