Enxurrada de promessas mirabolantes e não cumpridas em Senador Canedo deve atrapalhar Vanderlan na eleição para prefeito de Goiânia

Uma “cartilha” distribuída por Vanderlan Cardoso quando foi candidato a prefeito de Senador Canedo, contendo os seus “compromissos” com o eleitor canedense, deve ser ressuscitada e vai incomodar o empresário na sua campanha para prefeito de Goiânia.

Em especial, porque um dos motes do discurso de Vanderlan, desde já, é que o eleitor deve desconfiar dos políticos que prometem demais e depois não vão conseguir cumprir o que anunciaram – o que ele, segundo ele mesmo, não seria. .

Como candidato a prefeito de Senador Canedo, em 2002, Vanderlan prometeu uma série de obras e programas que até hoje, anos e anos depois dos seus mandatos, nunca saíram do papel. Ele distribuiu uma cartilha eleitoral trazendo maquetes coloridas, com ângulos espetaculares, por exemplo, de um Hospital de Urgências Municipal ou de uma Faculdade Municipal, coisa que os canedenses jamais viram na cidade nem durante nem depois dos dois mandatos do empresário como prefeito municipal. Para autenticar e dar credibilidade ao documento, colocou a sua assinatura.

São quase 30 páginas de projetos mirabolantes, que não foram realizados e que acabarão sendo invocados contra Vanderlan, para provar que ele é apenas um político a mais que promete e não cumpre, desmentindo o seu discurso de que ele é diferente e só se compromete com o que é factível.