Prefeito de Anápolis vai tão mal que até hoje sequer decidiu como quer ser chamado: Roberto Naves ou Roberto do Orion (que parece alcunha de vidente)

Anápolis

A seu favor, reconheça-se, é bom lembrar que herdou uma prefeitura esculhambada financeira e administrativamente pelos 8 anos em que ficou sob gestão do PT, com reflexos graves na economia da cidade, cuja economia, nesse período, acabou empatada e agora pode ser superada pela de Aparecida.

Mas o que o prefeito de Anápolis, Roberto Naves (Roberto Naves e Siqueira, nome registrado na certidão de nascimento) ou Roberto do Orion (nome que parece de vidente, proveniente do nome do cursinho preparatório para vestibulares de sua propriedade, o Orion Vestibulares), tem revelado é ser bom de conversa e ruim de ação, isso também é fato incontestável.

Nem mesmo como deseja ser chamado, o prefeito consegue se decidir. Os próprios informativos da prefeitura ora trazem o sobrenome Naves ora o excentrico apêndice “do Orion”, com o qual, aliás, o próprio fez campanha e foi votado nas urnas eletrônicas nas eleições do ano passado.

Seja lá o que for, é preciso parar de enrolar e mostrar serviço.