Prefeito de Anápolis pede desculpas pelas críticas e diz que Marconi é a principal referência como gestor

Os prefeitos de Anápolis e Aparecida de Goiânia, Roberto Naves (PTB) e Gustavo Mendanha (PMDB), reconheceram publicamente o bom trabalho desempenhado pelo governador Marconi Perillo para a viabilização do investimento de R$ 380 milhões em saneamento.

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PTB), disse que a população anapolina sofre, há décadas, com a falta de água. Para ele,”essa é a melhor notícia que Anápolis poderia receber no último dia útil do ano”. A exemplo do prefeito Gustavo Mendanha, reconheceu “o esforço do governador para garantir que o benefício fosse estendido a Anápolis”.

Disse que Marconi é o seu “ídolo” na política. Também pediu desculpas ao corpo técnico da Saneago, pelas críticas que fez em relação aos investimentos na expansão do sistema, agora consolidada por meio de convênio da empresa com o Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal.

Gustavo considerou o dia de hoje (sexta-feira, o último dia útil do ano de 2017) como “histórico” e disse que o governador realiza “um sonho da população” aparecidense, que todos os anos sofre com a escassez de água. “Água é saúde, é cidadania”, disse Gustavo, ao dizer que Aparecida de Goiânia agradece “extremamente” o governador por não ter medido esforços para garantir uma obra tão estratégica para a cidade – referindo-se ao linhão que vai ligar o Sistema Produtor Mauro Borges a Aparecida de Goiânia.

Compartilhe