#15M: Greve nacional da educação deverá ser a maior de todos os tempos

A greve desta quarta-feira caminha para ser uma das maiores mobilizações da história para a educação, e traz como pauta, a mobilização contra a reforma da Previdência e em defesa da aposentadoria, que teve início em escolas do ensino básico, fundamental e médio das redes pública estadual e municipal de todo o país e foi ampliada para o ensino superior, técnico e escolas da rede privada após o anúncio dos cortes de recursos na educação anunciados pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL).

Em Goiânia, o ato acontecerá as 15 horas, com concentração na Praça Universitária e caminhada até a Praça Cívica, em frente ao Palácio Pedro Ludovico, contando com a ação do SINTEGO em um chamamento de greve nacional da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), juntamente com a Adufg, SINPRO-GO, SINTEF-GO, SINT-IFESgo, FitraeBC, DCE-UFG, DCE-IFG, UEE-GO, UNE, APG-GO, contando também com a Centrais Sindicais, CUT, CTB, Intersindical, CSP-e Conlutas, além das entidades e movimentos que compõem o Fórum Goiano, estão unindo forças na luta pela educação.