Depois de esvaziar unidades, Caiado volta a atacar colégios militares

“Colégio militar não é solução para tudo!”, foi o que disse o governador Caiado ao visitar a escola onde um professor foi assassinado por um estudante, em Valparaíso. O governador vem promovendo a retirada de oficiais dos colégios. Mais de 100 já foram excluídos de suas funções nas unidades de ensino.

“As escolas militares são importantes, mas não se pode transformar todas as escolas de Goiás em militares. Temos de fazer com que o Estado e a polícia mostrem segurança”, disse Caiado em registro do jornal O Popular.