Jornal Opção: “Teremos que parar atividades por inanição”, diz reitor da UFG em reunião com deputados

Os reitores das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) de Goiás se reuniram com deputados federais do Estado para tratar sobre a defesa da educação superior pública e gratuita. Edward Madureira, reitor da UFG, falou que as unidades podem parar no segundo semestre.

Durante o encontro, no Centro de Aulas D, da Universidade Federal de Goiás (UFG), os presentes se posicionaram contra o contingenciamento orçamentário. Entre as pautas debatidas, estava a divulgação de informações sobre as instituições, como o alcance do ensino, da pesquisa e da extensão no Estado de Goiás.

Sobre isso, Edward afirmou que estes são elementos informativos importantes para a comissão parlamentar que defende as instituições. Além disso, o reitor citou que todos os gestores das universidades e dos institutos federais estão apreensivos com os cortes. “Vamos ter que parar as atividades acadêmicas por inanição”.(Jornal Opção)