Luziânia: Cristovão Tormin articula Cambão para derrotar frentão montado por Diego Sorgatto

Enquanto Diego Sorgatto monta frente política e costura com fios de seda acordão entre o DEM e o PSDB, o prefeito Cristóvão Tormin (PSD) começa a se movimentar para emplacar o deputado Wilde Cambão, também do PSD, na sucessão municipal de Luziânia.

Cambão foi secretários de obras de Tormin na prefeitura e se elegeu com folga para a Assembleia com o apoio do prefeito. Ele tem perfil técnico e pouca cintura política, mas pode surpreender: em Luziânia, a máquina da prefeitura sempre teve peso e pode decidir a seu favor.

Mas Cambão tem um grande problema pela frente: apesar de integrar a base aliada do governo na Assembleia, está perdendo a corrida pelo apoio de Caiado para Diego Sorgatto e a simpatia do governo numa disputa acirrada como sempre acontece em Luziânia pode contar a favor do adversário.

Também pesa desfavoravelmente para a candidatura de Cambão a pouca penetração política no Jardim Ingá, bairro-cidade com mais de 100 mil habitantes em Luziânia, considerado reduto eleitoral de Sorgatto.