Secretário da Previdência de Bolsobaro admite: reforma não trará crescimento

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, admitiu que a reforma da Previdência não vai trazer o crescimento econômico do país, como promete o ministro da Economia Paulo Guedes; agora, ele afirma que a proposta apenas vai trazer ‘segurança jurídica’ para que os investimentos voltem a acontecer; o próprio presidente Jair Bolsonaro já mudou o discurso e disse que a retomada do crescimento nada tem a ver com a reforma .