Crise: Caiado não cumpre promessa, deixa de pagar todos os servidores no dia 10 e atrasa salário de maio

Embora o governo faça de tudo para negar e repasse as informações verdadeiras, criando clima de insegurança e anarquia totais , Caiado não cumpriu o que prometeu e, diferente do que foi divulgado pela secretaria da Economia, o pagamento de maio de parcela dos servidores públicos estaduais não foi depositado na segunda, 10, conforme determina a Constituição do Estado de Goiás. No domingo, a secretaria informava que “todos os servidores receberão até o dia 10, como prevê a Legislação Estadual”.

O Diário de Goiás informou, por exemplo que “recebeu o registro de leitor que informava, nesta segunda, às 21h04, que inativos da Segurança Pública não haviam recebido o salário de maio”.

Aina segundo o Diário de Goiás, em texto assinado por Altair Tavares, “no Poder Judiciário, o comunicado feito na intranet para informação aos servidores confirmava o atraso no pagamento. “A Diretoria Financeira do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) informa aos magistrados e servidores que o pagamento dos salários e subsídios referentes ao mês de maio de 2019 não serão creditados nesta segunda-feira, dia 10”, dizia a divulgação oficial feita ao final da tarde de ontem.

“A administração do TJGO esclarece ainda que o governo do Estado fez uma previsão de que o repasse seja realizado na terça-feira, 11”, completou o comunicado.

Na intranet do Ministério Público do Estado de Goiás um comunicado semelhante informava a mesma previsão para os servidores daquele órgão.

Questionada sobre o pagamento nestes dois órgãos e o motivo do atraso, a secretaria da Economia não se manifestou.