Em reunião com governo Caiado, representantes da cultura dão aula em Schmidt e defendem legado marconista

Em reunião com representantes da Câmara de Goiânia, da Assembleia Legislativa e do governo Ronaldo Caiado para tratar dos investimentos em cultura, representantes do setor deram uma aula de gestão na secretária de Economia, Cristiane Shcmidt.

Os produtores Marcelo Carneiro, Vera Bicalho, Laila Santoro, Fernanda Fernandes, Fernanda Botelho e Norval Berbari defenderam a Lei Goyazes e Fundo da Cultura, legados da gestão de Marconi Perillo (PSDB), e apontaram para a secretária forasteira onde estão os recursos necessários para financiar os projetos.

A pauta da reunião era buscar a liberação de recursos, além do R$ 1,5 milhão para os projetos da Lei Goyazes em captação, outros R$ 3,4 milhões para atender a todos os projetos aprovados em 2018 e que pendem de captação e que não foram sequer iniciados”, afirmou um dos participantes da reunião do G24H.

Na reunião, ficou exposta a total incompetência de Schmidt e de sua equipe de forasteiros a respeito do assunto.