Prefeito Gustavo Mendanha é autorizado a buscar empréstimo para obras de infraestrutura em Aparecida

A prefeitura de Aparecida está viabilizando a contratação de financiamento para obras de infraestrutura urbana e tecnológica em toda extensão da cidade. O investimento será usado para a implantação de galeria pluviais, terraplanagem, massa asfáltica, calçamento e meio-feio, além de execução de serviços tecnológicos do programa Cidade Inteligente. O projeto de lei 041/19, que autoriza a administração municipal a contratar empréstimo no valor de R$ 85 milhões, foi aprovado em sessão ordinária da Câmara Municipal na manhã desta quarta-feira, 12.

O secretário da Fazenda, André Luis Rosa, afirmou que as questões relacionadas ao empréstimo estão sendo avaliadas pela administração e que os projetos para licitação das obras já estão em fase de licitação. “Estamos negociando as melhores condições de financiamento e qual será a instituição financeira que fornecerá o empréstimo. Mas, já temos os projetos prontos em processo de licitação para as obras”, afirmou.

Em seguida, André Luis explicou que do total de R$ 400 milhões em obras que serão investidos neste ano e no próximo, R$ 85 milhões são oriundos de empréstimos. “Os investimentos foram divididos, sendo R$ 200 milhões de recursos próprios do município, o valor do financiamento somado ao restante de verbas de emendas parlamentares dos nossos deputados e senadores em Brasília”. Com o empréstimo, os setores que já contam com o saneamento básico serão os primeiros beneficiados com a pavimentação asfáltica.

Sobre a capacidade de arcar com as despesas, o secretário garantiu aos vereadores durante explicação da proposta, que a prefeitura tem condições de cumprir com o pagamento das contas. “Aparecida não terá problema em adquirir o financiamento, tendo em vista que o município tem capacidade de pagamento com nota A, dada pela Secretaria do Tesouro Nacional, ligada ao Ministério da Economia”, afirmou. O secretário ainda completou que a capacidade de endividamento atual da Prefeitura é de cerca de R$ 900 milhões e de R$ 80 a R$ 90 milhões para pagamento de amortização e juros. “Hoje, Aparecida de Goiânia é uma das poucas cidades que possui equilíbrio fiscal”, garantiu o secretário.

André Rosa destacou ainda que os vereadores foram cordiais em aprovar o projeto do financiamento que irá beneficiar toda a população da cidade que contarão com asfalto e serviços de tecnologia. “É importante sublinhar que a Câmara Municipal aprovou em tempo recorde esse projeto demonstrando a parceria do Legislativo com o Executivo em prol de benefícios para a população”, frisou.

Para completar as informações repassadas aos parlamentares do município, o secretário do Infraestrutura, Mário Vilela, citou alguns bairros que serão contemplados com as obras, como o Aeroporto Sul, Dom Bosco II, Boa Esperança, Goiânia Park Sul, Jardim Himalaia, Parque Ibirapuera, Bairro Itapuã, Jardim Cascata, Miramar 2ª etapa, Pontal Sul, Parque das Nações, parte do Rosa dos Ventos, setor Retiro do Bosque e Jardim Riviera Sul.