AD

“Os incentivos fiscais concedidos precisam ser revistos”, diz presidente do SindiFisco

Com a autoridade de quem conhece a fundo a realidade fiscal do estado, o presidente do Sindicato dos Funcionários do Fisco do Estado de Goiás (Sindifisco-GO), Paulo Sérgio dos Santos Carmo, defende, em entrevista à rádio Sagres , “os incentivos concedidos que precisam ser revistos”.

De acordo com o presidente do Sindifisco, o estado tem sim gordura para queimar em relação aos incentivos fiscais, e defende a sua revisão. “Nós tivemos um crescimento de R$ 40 milhões para R$ 140 milhões de recolhimento. Existe todo um trabalho que já está sendo feito pela equipe técnica de auditores da Receita, de reavaliação dos termos de acordo, de revisão de toda a legislação, para se promover estas alterações que vão dar fôlego que o Estado precisa. Não tem como o Estado solucionar a sua situação de crise fiscal e financeira tão somente apontando para o lado das suas despesas, do ponto de vista, inclusive, da folha de pagamento. As despesas do Estado têm limite, o Estado precisa continuar funcionando. Existe uma gordura e é muito grande na questão dos benefícios e dos incentivos concedidos que precisam ser revistos”, conclui.

Ouça a entrevista na íntegra:

http://sagresonline.com.br/noticias/economia/93237-presidente-do-sindifisco-confirma-gordura-dos-incentivos-fiscais-e-defende-revisao