Em Anápolis, Cristiane Schmidt ataca indústria farmacêutica e automotiva de Goiás: “Recolhem menos ICMS do que optante do Simples”

Em Anápolis, Cristiane Schmidt soltou a botinada nos empresários que recebem incentivos fiscais. Na explanação, ela apresentou dados que mexem diretamente com dois setores importantes para Anápolis: automotivo e de fabricação de medicamentos. Disse que o primeiro só recolhe 0,24% de ICMS, enquanto o segundo não chega nem aos 3%. Schmidt afirmou que são percentuais menores que de um optante do Simples”.