Lêda Borges propõe criação de programa de apadrinhamento afetivo para idoso

Em razão dos altos números de idosos desprovidos de afeto familiar em Goiás, a deputada estadual Lêda Borges (PSDB) apresentou, na tarde desta terça-feira (18), projeto de lei que autoriza o Poder Executivo a criar o programa de apadrinhamento afetivo “Um lar para idosos”, no Estado.
Com a propositura, fica permitido o acolhimento e apadrinhamento social, nos finais de semana, feriados e datas comemorativas. O objetivo, segundo o texto, é possibilitar, através de procedimentos simplificados, a inserção e o convívio social dos idosos fora das instituições de responsabilidade da Secretaria de Estado, dos Municípios e entidades não governamentais
As pessoas interessadas em apadrinhar os idosos deverão procurar os órgãos competentes e afirmar sua disponibilidade e vontade de exercer o afeto. Ao beneficiário do Programa fica assegurado e garantido o convívio familiar, ainda que parcial promovido por visitas ao lar do seu “padrinho”, convivência comunitária, acompanhamento da saúde, troca de experiências e de valores éticos.