Gabinete de Políticas Sociais de Gracinha é uma vergonha e não produziu nada de concreto, só marketing para a primeira-dama

O balanço de seis meses do Gabinete de Políticas Sociais, que é coordenado pela primeira-dama Gracinha Caiado, é uma piada.

O relatório das realizações do gabinete no semestre é pífio e mostra que nada de concreto foi produzido para melhorar a qualidade de vida nos bolsões de pobreza em Goiás.

No balanço, os principais “avanços” registrados são a criação de programas que não saíram do papel para o atendimento de adultos analfabetos, aumento de vagas para o ensino infantil, distribuição de material didático e entrega de kit de energia elétrica.

A primeira-dama Gracinha Caiado lista a doação de 30 notebooks, 600 livros didáticos, 100 kits de energia solar  e o abastecimento de veículos que transportam merenda escolar.

Não há dados sobre as ações desenvolvidas e o volume de pessoas beneficiadas.

Fora essa ninharia de benefícios, que já eram levados à região nos governos passados em quantidade muito maior do que agora, não houve ações estruturares do Gabinete de Políticas Sociais capazes de mudar, por exemplo, o perfil de pobreza e gerar renda nos municípios do Nordeste de Goiás.

Convenhamos, é muito pouco para seis meses de governo se compoarados ao trabalho da ex-primeira-dama Valéria com programas como o Bolsa